Three words, eight letters...




Não me considero uma pessoa completamente dada a "lamechices", coisas melosas, como queiram. Há momentos para tudo e, necessariamente, um equilíbrio: nem tanto ao mar nem tanto à terra.Ontem foi um destes momentos! Inesperadamente foi-me oferecido um livro com um título que deixa antever de forma bem clara o seu conteúdo: Amo-te em Todas as Línguas.
Muito "lamechas" até agora? Garanto que, para além da parte sentimental, é toda uma curiosidade! Está lá o significado do tão conhecido vocábulo em TODAS as línguas. Não tinha noção da existência de maneiras tão... digamos, peculiares de a escrever (para não falar na pronúncia)! 
Não podia deixar de vos mostrar algumas das que mais prenderam a minha atenção:





(Amárico - Etiópia)



Bambara




Corso




Indiano




Too mainstream?




Madrileno




 Setswana




Urdu







Há mesmo em todas as línguas!



Fui mesmo apanhado de surpresa, acreditem que este foi um presente muito original e simbólico. Decerto que não me hei-de esquecer, pelo que recomendo vivamente!
Amo-te em Todas as Línguas pode não contar uma história inédita, uma grande aventura, mas tenho toda a certeza que dá para transmitir o que sentimos pela pessoa a quem queremos oferecer.
É das Edições Chá das Cinco e penso que poderão encontrar em diversas livrarias. 





6 comentários:

  1. Esqueci-me de tirar foto mas claro que, assim que folheei o livro e cheguei ao mandarim, lembrei-me logo de ti!

    ResponderEliminar
  2. Que giro, não conhecia, adorei o Corso

    ResponderEliminar
  3. Nem eu conhecia, fiquei de queixo caído!

    ResponderEliminar
  4. o trolhês está perfeito! ahahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. aposto que é o teu sonho receber um piropo destes!

      Eliminar

Thanks for your time!