monochromatic

Para além do contra-senso de procurar artigos diferentes em sítios que disponibilizam, na sua maioria, oferta para massas (ou que 'espremem' e desgastam cada tendência até às últimas!) em detrimento de me aventurar de uma vez por todas a cultivar o hábito do online, algo que me aborrece profundamente nas lojas físicas é o facto de - e isto falando pessoalmente - das duas uma: 80% do que vejo é "palha", ou 20% de hipóteses (por pouco que pareça pode induzir a estragos) de surgirem 'paixões' inesperadas, quer porque tal peça é mais gira ao vivo ou porque não tinha dado conta da mesma no site ou até app.
Por outro lado, trago-vos mais uma prova de que às vezes as coisas simples revelam-se as que fazem mais sentido! Este casaco resultou (e não tão recentemente quanto isso) da segunda suposta desvantagem sobre comprar em lojas físicas - toda a regra tem excepção! No primeiro minuto não fazia sentido levar algo tão simples para casa, achei-o até um tanto ou quanto sensaborão mas depressa fiquei convencido de que era uma boa alternativa ao mítico hoodie em tons de cinza (quem nunca teve um?). Cada vez mais me é difícil resistir a cortes clean, intemporais.
Mas nem só de casaco se faz o post de hoje. Com a minha daily basis assente na escala de cinzentos decidi começar a arriscar o monocromatismo para além do preto. Estou longe de me imaginar de full white, head to toe mas cinza é cinza e por mim está bem assim. Se calhar nem era mal pensado uns sapatos ou uma mala dentro deste RGB (palavra de honra que nunca calhou...), mas por enquanto deixo-o estar!
jacket: zara | sweater: pull&bear | skinny jeans: h&m | tv test watch: ebay

Sem comentários:

Enviar um comentário

Thanks for your time!